(92) 3233-3449   (92) 99267-1890

Notícias

Trabalhadores de Manaus prometem adesão à greve geral, na próxima sexta (28). Sitraam atua fortemente chamando as categorias para a greve através da Frente de Lutas

Na sexta-feira (28), em todo o Brasil, milhões de trabalhadores dos setores público e privado vão cruzar os braços em adesão à greve geral que vem sendo construída ao longo dos últimos meses pelas entidades representativas das categorias através de atos públicos contra a terceirização e as reformas da Previdência e Trabalhista, propostas pelo governo federal.

Como não poderia ser diferente, a classe trabalhadora de Manaus também participará da grande mobilização, com atos a partir das 7h, na Praça da Polícia, no Centro, e concentração em massa no mesmo local às 15h. Dentre as categorias que aderiram à greve na capital do Amazonas estão os servidores das esferas municipal, estadual e federal, trabalhadores rodoviários, bancários, metalúrgicos e petroleiros. O dia de Greve Geral é organizado pelas centrais sindicais CUT, CTB, CSP-Conlutas, UGT, Nova Central dos Trabalhadores (NCST) e conta com apoio do Movimento de Luta Popular (MLP), Ordem dos Advogados do Brasil, coletivos, militantes LGBT’s e dos partidos PSTU, PC do B, PCB, PT, PSOL e Rede.

Também participa da organização a ‘Frente de Lutas "Fora Temer" Manaus - Contra a Retirada de Direitos’, constituída pelo SitraAM/RR, Sinasefe, Adua, Andes, Pró-Sindicato dos Psicólogos, Movimentos de luta dos professores, Movimento Mulheres em Luta (MML), Mulheres Pela Democracia, Fórum Permanente das Mulheres de Manaus (FPMM), APS, União da Juventude Comunista (UJC), CSP-Conlutas e Assembleia Nacional de Estudantes – Livre (ANEL), entre outras entidades e movimentos populares.

O Sitraam tem atuado fortemente com movimentos populares para garantir a adesão da população à greve e das categorias diversas de trabalhadores. "Participamos de assembleias de diversas categorias, como de professores, plenária das centrais, fazendo colagens de material informativo com a juventude e fixando faixas pela cidade, para garantir total adesão de Manaus ao movimento", declarou Luis Claudio Corrêa, vice-presidente do Sitraam e integrante na Frente de Lutas.

Todos os sindicatos e centrais sindicais com ramificações no Amazonas devem fazer parte da greve geral, com atos ao longo do dia. “Pela manhã, os sindicatos vão reunir suas bases em atividades diversas e à tarde se uniram ao grande ato no centro. A ideia é que todos os sindicatos possam fazer uma mobilização no dia”, disse.

Ainda de acordo com o sindicalista, as ações dos servidores da Justiça do Trabalho durante a greve geral devem ser articuladas em assembleia a ser realizada nesta quarta-feira (26), na sede do Fórum Trabalhista Ministro Mozart Russomano, localizado na rua Ferreira Pena, Centro.

“Os servidores estão convocados para participar da assembleia, que acontece às 9h, para decidir a ações em defesa da Justiça do Trabalho e contra a retirada de direitos na sexta-feira”, informou Luís Cláudio.

Ciclo de palestras

Para sanar dúvidas sobre a real proposta da reforma da Previdência e levar o assunto para ser debatido, o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), Associação de Docentes da Universidade Federal do Amazonas (Adua), Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), Sindicato dos Técnicos do Fisco do Estado do Amazonas (Sintafisco) e o Sindicato dos servidores da Justiça do Trabalho (SitraAM/RR), realizam até quinta-feira (27), um ciclo de palestras sobre o tema, nos auditórios da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e Instituto Federal do Amazonas (Ifam).

O evento teve abertura na última segunda-feira (24), com a palestra do professor Carlos David Lobão, do Instituto Federal da Paraíba. Já nesta terça-feira (25), quem ministrou o assunto foi a professora Rivânia Moura, que é doutora em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A palestra aconteceu no auditório da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA-Ufam).

Top